Números

Last updated 7 months ago

Tudo é número (Pitágoras)

Costumo dizer para meus alunos que um computador é basicamente uma calculadora gigante. Claro que esta é uma afirmação muito simplista, mas a verdade é que a ideia pitagórica de que "tudo é número" cabe muito bem aqui. Não é à toa que em textos sobre a origem da computação você encontra a foto de um ábaco, a primeira máquina de calcular, datando-se aproximadamente de mais de 2000 anos antes de Cristo e que é feita de pedras. De fato, calculus em Latim significa pedrinha (agora você entende a expressão "cálculo renal"!), porque era a maneira que o povo tinha para contar na antiguidade.

Um fato interessante é que a Google detém uma patente de um ábaco hexadecimal datada de 1988!

Neste capítulo vamos focar nos números. Em breve veremos como o processador trabalha com eles também.

Pois então, o que é um número? Segundo artigo na Wikipédia, um número é um objeto matemático utilizado para contar, medir ou descrever uma quantidade. Na prática também utilizamos números para outros fins, como um número de telefone ou número de série de um equipamento.

O processador de um computador moderno consegue realizar muitos cálculos num espaço muito curto de tempo. Mas, considerando o computador como dispositivo eletrônico que ele é, já parou para pensar como é que um número "entra" no processador? Para entender isso com precisão, seria necessário falar de eletricidade, física, química e talvez quântica, mas vou resumir: os elétrons que caminham pelos circuitos de um computador e chegam até o processador são interpretados de modo que uma baixa tensão elétrica é interpretada como o número 0 e uma mais alta, como 1. Parece pouco, mas nas próximas seções você verá como que, a partir de somente dois números é possível obter-se todos os outros.